Mais do mesmo, Jeronymo Artur

Ler o livro de alguém que você não só viu pessoalmente, mas que já beijou seu rosto! Isso não tem preço! TEM UM AUTOR PUBLICADO NA SALA DO MEU CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS! ELE FOI TÃO MEU AMIGO E PARCEIRO QUE DEU O LIVRO PRA MIM! Q? Fiquei muito emocionada, mesmo que ele tenha errado meu nome: quem é Thalita? I don’t know, really (shiu que eu passei quase três semanas errando o nome dele, escrevendo Geronimo, Jeronimo, Arthur… Misericórdia). Eu como uma pessoa ansiosa por natureza olhei pro livro, o livro olhou pra mim. Comecei a ler e três horas e vinte minutos depois o livro estava terminado! Só que eu sou uma destruidora de livros, porque acho que são consumíveis… Faço anotação, desenho. Jeronymo, tu disse que não queria ver o que fiz no livro até eu te contar a história que te prometi, então… não veja as fotos, ok?! Você está pensando: a Talita tirou foto do livro todo do rapaizi? Quase, mas não. Até agora não falei do conteúdo do livro… Quais são as fazes de um relacionamento? O nome dos capítulos de Mais do Mesmo! Refleti sobre muitas coisas que ainda não vivi e sobre o que já vivi e, sinceramente, não teve como não achar genial o Gênioronimo, esse Jerolindo, brilhante e destruidor como o grande cometa/estrela Artúrio. Um quê pessoal do autor: ele diz não escrever o que não sente, diferente de outros autores que conheci por livros (um exemplo é Carpinejar, que disse em seu livro Espero Alguém que a escrita é o fingir dos sentimentos e da vida, em resumo). Ou seja, se você ler este livro (e não vai se arrepender se e quando o fizer!) vai se deparar com pensamentos profundos não só acerca do amor ao outro, mas do amor a si próprio e se permitirá ter, inclusive, pensamentos existenciais! Porque, pelo menos, eu viajei, viu! Talvez porque eu viaje muito, naturalmente, nos livros (são minha droga)… Sei que estou emocionada de conhecer mais do mesmo garoto/rapaz/jovem/adulto que estuda comigo e é meu amigo!

Obs: Vocês já perceberam que não estou explanando repetidamente os livros? Eu to tentando não contar os finais, também. Mas acho que estou sendo injusta com o Jeronymo colocando tantas fotos do seu livro, NO ENTANTO… CARA EU QUERO QUE O MUNDO CONHEÇA ESSA OBRAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA Se o próprio disser: “Talita, exagerou, para gata que eu sou tímido e eles tem que me conhecer se me comprar”… Tiro numa boa! Não reclamem do marca texto roxo, apertem os olhinhos, mesmo, hum! Se quiserem comprar o livro e não acharem em lugar nenhum, falem comigo que eu entro em contato com o próprio cérebro criador! Beijos a todos, principalmente ao Jeronymo!

Anúncios

5 comentários sobre “Mais do mesmo, Jeronymo Artur

  1. Jeronymo Artur disse:

    A Daniela foi embora pra Brasília. Mesmo de longe ela me ensina sobre o amor.
    A Thalyta é uma amiga que trabalha com a liberdade da Arquitetura. E é gêmea da Thays.
    A Natália é filha do meu chefe, inspiração pra esse texto aqui: http://heyartur.blogspot.com.br/2016/04/doce-arte.html
    A Priscila… Bem, a Priscila talvez seja minha versão feminina. E sóbria.

    Não resisti ao colorido e tive que ver tudo, o que não quer dizer que tenha visto nada antes de você contar a história. Me perdoa de novo? Mas… Bem, não deu pra resistir, sabe? ❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s